Image

Parceiros e colaboradores do EURES-T AA debatem sobre oportunidades de emprego transfronteiriço através do Programa ALMA em Castro Marim

A quarta reunião do grupo de trabalho Work Pack4 do projeto Eures-T AA realizou-se em Castro Marín (Portugal), em 19 de dezembro. Este encontro teve como objetivo promover práticas transfronteiriças de ativação sócio-ocupacional no âmbito da iniciativa europeia ALMA.

A atividade proposta neste workshop foi dirigida aos técnicos das entidades beneficiárias do projeto Eures-AA que participam no Grupo de Trabalho WP4 (atividade 4.1), especialmente aos técnicos da Mancomunidad de Islantilla (Centro de Formação CEFO), da Eurociudade do Guadiana e da associação Tertulia Algarvia de Faro. Esteve também aberto à participação das Universidades de Huelva e do Algarve, do Serviço Europe Direct da Diputación de Huelva e da EFP, SEPE, CEA e CCOO. Juntamente com eles, participaram outras entidades ou centros de formação da área de influência do projeto interessados no desenvolvimento de projectos ALMA de mobilidade nas práticas sócio-laborais.

ALMA é uma iniciativa inovadora, uma vez que se baseia no conceito do efeito transformador de uma experiência de aprendizagem relacionada com o trabalho no estrangeiro, integrada num ciclo de projeto abrangente e numa abordagem personalizada. Esta experiência é combinada com orientação e treino que acompanham os participantes em todas as etapas do processo. A ALMA é uma iniciativa de inclusão ativa, em que a mobilidade é um meio para atingir este objetivo, e não o objetivo em si.

O workshop foi dividido em duas partes: a primeira parte foi uma apresentação teórica sobre as oportunidades de mobilidade transfronteiriça para o emprego na iniciativa Alma, onde foram explicados os diferentes canais de financiamento europeus previstos pela iniciativa. A segunda parte do workshop foi uma mesa redonda com experiências de mobilidade Alma bem sucedidas. Foi explicada a experiência do Serviço de Emprego da Andaluzia e da Fundação D. Bosco na Rede Europeia TLN-Mobilidade.

A TLN Mobility (Transnational Learning Network Mobility) é uma rede de aprendizagem sobre medidas de mobilidade transnacional para jovens desfavorecidos. A Mobilidade TLN tem como objetivo proporcionar a estes jovens desfavorecidos uma experiência transnacional que sirva de complemento de qualificação e, sobretudo, que lhes proporcione uma componente de motivação pessoal que lhes permita dar os passos necessários para mudar a sua situação em relação ao mercado de trabalho. O objetivo final não é outro senão o de melhorar as suas oportunidades de emprego a curto e médio prazo através da experiência e do apoio personalizado.

A organização do evento agradeceu a participação de todos os presentes e a colaboração da IAFP, a Câmara Municipal de Castro Marim e, em especial, a Ignacio Vázquez e Esther Muñoz, da Fundação Dom Bosco, pelo seu grande contributo. Está prevista a realização de um novo workshop sobre voluntariado transfronteiriço antes do final do atual período de execução do projeto EUREST AA, no primeiro trimestre de 2024.
Compartir

Leave a comment